segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Mestres do Slide com César Ramos

Conheci este guitarrista pela web, aliás, a maioria dos meus grandes amigos eu conheci desta forma. E por este motivo, trago para vocês um “violeiro solitário”, que faz do slide sua fonte de prazer e lazer.

César Ramos, o Dr. César Slide, é um cara que faz mais pelo slide do que ele mesmo imagina. Se você observar no You Tube, alguns de seus vídeos tem mais de 4.500 acessos, então isso é no mínimo uma forma maravilhosa de divulgar o slide.

Leia e depois vá ver todos seus vídeos !!!

TB: Como nasceu sua paixão pelo slide?

CR: “Minha paixão pelo slide nasceu quando ouvi Johnny Winter há + - 18 anos.Eu tinha uma banda de heavy metal , era radical ,só ouvia metal , coisas de adolescente radical , até que conheci um amigo que gostava muito de jazz e blues e me mostrou um LP do Johnny Winter ("Captured Live") e então fiquei apaixonado pelo som e o detalhe é que eu não sabia que aquilo era feito com slide , nem imaginava , depois fui me interessando cada vez mais pelo blues e quando descobri que ele fazia aquilo com o slide comecei a tentar também .Logo em seguida vi o André Christovam tocando com slide "Dados Chumbados " em um programa de TV junto com o Flávio Guimarães e então a paixão aumentou .

Porem eu só estou me dedicando mesmo ao slide há 1 ano quando me interessei pelas afinações abertas .Gravei um video tocando slide para testar minha filmadora nova e em seguida descobri o site youtube e coloquei o vídeo lá pra ver no que dava.Achei que só ia tomar paulada por que imagina, um brasileiro tocando slide , sem camisa , num quarto , completamente relaxado , os americanos iam achar isso uma afronta!!(Risos). Mas aconteceu o contrário , começaram a me mandar e e-mail elogiando e eu nem acreditei .Fiquei animado e passei a gravar mais, mas aí coloquei uma camisa.” (Risos)

TB: Quais afinações você mais usa?

CR: “Quanto as afinações uso mais open D ( DADF#AD ) e standard .Mas tambem uso open G ( D-G-D-G-B-D) . Open E também é legal mas quebra muita corda” (Risos)

TB: Você é de Rondonópolis-MT, o que eu gostaria de saber é, existe um espaço para o Blues em sua cidade ?

CR: “Na verdade eu moro em Rondonópolis-MT há 2 anos e meio .Sou do interior de SP ( Presidente Prudente) e vim pra cá trabalhar como médico ( cirurgião vascular).Não sou musico profissional, toco nas horas vagas em casa mesmo .

Aqui em Rondonopolis ainda não tem um espaço pra tocar blues mas tem muita gente que gosta do som e já é um começo .Quando morava no interior de São Paulo eu tinha uma banda de blues que foi a primeira da cidade e também não tinha um espaço pra tocar e quando tocamos na casa noturna de uma amigo meu a primeira vez tinha 10 pessoas , na segunda vez tinha 100.É só começar pra aparecer a galera.”

TB: Quais são seus projetos? Você está tocando com alguma Banda ?

CR: “Não toco em banda, toco só em casa nas horas vagas , quero montar uma mas está difícil , falta tempo e compatibilidade de horários com os outros músicos .Tem muito músico bom aqui no MT , não imaginava que tivesse tanto .Quando vim pra cá achei que só ia ter violeiro mas estava enganado.Como está difícil eu estou seguindo o conselho que o André Christovam me deu lá em Santos -SP "faz como eu , toca sozinho cara " .”
TB: Muito obrigado por sua ajuda, e deixo aqui um espaço para seus comentários.Valeu pela ajuda.

CR: “Eu é que agradeço , tenho notado que muita gente curte slide aqui no Brasil e tem muita gente boa tocando , fora os mestres como A Christovam / Otavio Rocha / M Ottaviano .Tem um cara na Bahia , o Eric Assmar que é fera , o Ricardo Vignini é violeiro bluesman e faz um som slide com viola que é demais .Muito legal a iniciativa de criar o Terremoto Blues e espero que isso faça com que apareçam cada vez mais blueseiros .”




Dr. Muito obrigado pela sua ajuda. Paz e Blues !!!

Veja todos os Vídeos do "Dr. César Slide".

Um comentário:

Ricardo Trugilo disse...

Olá Roberto, parabéns pelo Blog. Gostaria de enviar um grande abraço ao meu amigo e padrinho Dr.Blues (César Ramos). Sou de Pres.Prudente e tive o prazer de fazer parte da banda que ele mencionou na entrevista. Abraços ...
José Ricardo Trugilo