terça-feira, 25 de setembro de 2007

Mestres do Slide com Ricardo Lima

O nosso convidado de hoje é um dos melhores guitarristas de Blues do Brasil. Seu feeling é inacreditável, e o mais incrível é que quando você acha que ele vai repetir uma frase, ele faz uma mais bonita do que você estava esperando.

É uma pena que o blues não tenha valor comercial, pois garanto que se fosse outro lugar do mundo, a banda dele, Electric Muddy, estaria tocando em todas as rádios.

Agora vamos ao que este Mestre, Ricardo Lima, nos escreveu.


TB: Por que você toca slide? O que te motivou a iniciar nessa técnica?

RL: “Pra mim foi meio que inevitável, é meio difícil encontrar alguém que goste de Blues e não goste de slide. Para quem toca então é praticamente impossível.

Sempre gostei muito do som do Slide mas não houve nenhum guitarrista em especial que tenha me levado a tocar slide, embora tenha ouvido muito (e continuo ouvindo) Duane Allman e Elmore James.

Posso dizer que são duas fortes influências para mim.”

TB: Você fez algum ajuste de altura de cordas na sua guitarra para tocar Slide?

RL: “Sim, a ação das cordas é um pouco mais alta do que o normal para evitar que a nota seja cortada no contato com os trastes, uso cordas mais pesadas também, 011.


Mas procuro deixar numa altura confortável pra poder tocar sem slide, pois não uso uma guitarra só para isso.”

TB: Quanto maior a espessura da corda, mais encorpado fica o som do slide?

RL: “Eu prefiro cordas mais pesadas usando ou não usando o bottleneck.

Atualmente estou usando cordas 011 (o que não é tão pesado assim), em uma Epiphone Sheraton, gosto do slide em guitarras com captadores humbucker, o som fica mais "encorpado", com mais "sustain. São coisas que na minha opinião são imprescindíveis no Blues.”

TB: O que você indicaria para alguém que quer iniciar no slide ?

RL: “Escute muito os grandes mestres.
Tire o máximo de proveito dos discos, as boas aulas estão alí, tire nota por nota com o máximo de fidelidade que puder.Isso lhe ajudará a formar um estilo próprio.
Pratique nas afinações abertas e na standard também.”

TB: Deixo aqui um espaço para seus comentários finais.

RL: “Parabéns pela iniciativa, muito bom saber que a cada dia que passa temos mais espaços dedicados ao Blues, e o que é melhor, sendo feito por quem toca.”




(Não tenho um video dele tocando slide, mas mesmo assim, vale conferir esse cara tocando.)

Ricardo, valeu de coração sua ajuda, muita Paz e Blues !!!

Visite:

2 comentários:

Marcus Mikhail disse...

Parabéns ao Roberto por realizar essa série com músicos que tem como caracterísitca principal o uso do bottleneck!
Vale lembrar tbm que o estilo bottleneck é tão antigo qto a própria criação das escalas utilizadas no blues, sendo que era executado até em insturmentos de uma corda só.
Parabéns ao blog e aos músicos!

abraços

Marcus Mikhail
wwww.bluesmasters.blogspot.com

Roberto Terremoto BluesMan disse...

Marcão,


Obrigado pelo apoio !

Paz e Blues,
Terremoto