quinta-feira, 23 de agosto de 2007

Multiplicando o Blues

O Blues nacional é dividido em dois grandes grupos, o primeiro é formado por nomes já consagrados que fizeram por merecer e tem seu espaço garantido. Mas não vou falar deles hoje, pois quero dedicar futuros textos a eles. O segundo grupo é formado por bandas em ascensão, e diria que este pedaço é bem maior.

Na verdade este grupo luta por espaços para mostra seu trabalho, e faz disso uma luta cruel e desleal, onde alguns até fazem shows a troca de “pinga”. Não posso condenar ninguém por esta atitude, pois já fiz muito isso no início, para divulgar o nome da minha Banda, mas nunca deixamos isso virar uma constante.


Mas o que quero mostrar é que no meio desta avalanche de bandas, que surgem a cada dia, existem algumas que tem uma visão “administrativa” da situação. São bandas que ao invés de dividir, fazem a multiplicação. Sabemos que os donos de bares querem publico e sabemos que é complicado achar um espaço bacana para fazer um show. Então o que essas Bandas tem de diferente ?

Essas Bandas diferenciadas fazem com que todos ganhem. Quando tem a oportunidade de realizar um Show em uma casa, estendem o convite à outra Banda, e ao invés de um Show, a casa ganha dois ou mais, dependendo do caso. E o que é o mais interessante, o público cresce, pois são várias bandas e cada uma traz seu público. O dono do Bar fica feliz, pois isso gera mais lucros para ele, e assim vai, a multiplicação segue.

Hoje temos a Máfia da Mortadela, uma idealização do meu amigo Cachorro Loiro, que iniciou este projeto, e que tem dado grandes frutos. A Máfia é composta por algumas Bandas e essa união já tem um tempo.

Fora a Máfia da Mortadela, a Banda Cracker Blues também está fazendo um projeto muito bacana, onde ela convida Bandas ou Músicos para seus show.


A minha idéia, quando escrevi este texto, era tentar abrir a cabeça de mais bandas e fazer a multiplicação do Blues.


Segue alguns links das bandas que hoje tem essa idéia:

6467
Black Coffee
Blues on The Table
Cracker Blues
Garbage Truck
Marafa Blues


Obs.: Este texto segue a idéia do meu Amigo Marcus do blog Master Blues. Clique aqui para ler...

Black Bel, valeu pela ajuda no texto !!!

2 comentários:

Daniele Moraes disse...

Roberto,
Parabéns pelo Blog, pelos texto e idéias! Será muito legal conhecer mais sobre este universo por meio de alguém que sabe muito e é verdadeiramente apaixonado.
Bj
Dani

paulo disse...

Salve!!
Obrigado pela citação da Cracker, e pelo excelente blog!!! Acredito que aqui no Brasil, onde temos uma grande oferta de música de qualidade (embora uma parte não "exista", segundo algumas pessoas da mídia que não operam sem "jabá"), a grande força existe da união de projetos e bandas, feitas por quem realmente AMA o trabalho que faz, seja em qual estilo for. Hoje os meios de internet permitem uma interação e divulgação inovadora, e permitem que cada um ache o seu público e o seu nicho num mercado que, como sabemos, não prima pela recompensa.
Projetos como a Mafia da Mortadela, o projeto Blues pela Vida, revistas como a Poeira Zine e a Blues'n Jazz e vários blogs excelentes, como este, só tem a mercer todos os créditos e apoio da minha parte!
Parabéns, recomendo a todos que leiam mais neste blog!!

Paulo Coruja, gaitista da Cracker Blues, de São Paulo/SP