quinta-feira, 24 de abril de 2008

Cozinha do Blues com Mustache Maia

Com um longo caminho percorrido pelas estradas do Blues, Mustache Maia nos conta um pouco do seu trabalho e como é complicado ser vocalista e baixista.

Além de ser um vocalista e baixista muito competente, este bluesman de Florianópolis é um excelente compositor, e usa o português para escrever suas letras.

TB: Suas letras em português são bem elaboradas, qual é o seu processo de composição? Onde você busca inspiração para compor?

MM: "Bom Roberto, eu me inspiro na minha vida mesmo (50 % é verdade e 50% é fantasia – minha mulher já disse, se nos separar-mos um dia ela vai me processar), acho que todo o bluseiro faz assim, conta as suas histórias. As letras acabam saindo naturalmente quando tem um tema a ser falado."

TB: No Brasil são raros os baixistas que fazem o vocal na Banda. Como é ser baixista e vocalista ao mesmo tempo? Foi difícil se adaptar nessas duas funções?

MM: "Ser baixista e cantor é complicado mesmo, metade do cérebro pensa no baixo e a outra na voz. Demorei uns 6 anos para começar a cantar e tocar, dos 20 anos de carreira só 14 eu faço isso.

Foi difícil sim. Na verdade eu fui obrigado a começar a cantar também quando o cara que cantava na “Blues Band” nos deixou na mão na véspera de 2 shows em Gramado e Canela/RS, aí eu tive que assumir. A muito tempo cantar e tocar é uma coisa só quando subo no palco."

TB: Você está preparando um CD com composições em português. Em que faze está este processo? Tem previsão para o lançamento?

MM: "Sim, estou preparando um Cd e também um DVD coletânea de 20 anos de Blues. O CD está a 2 anos em fase de mixagem, tive alguns problemas financeiros (dois partos em clínicas particulares, eram de risco para os nenês e para minha mulher) mas agora voltei a regravar algumas coisas e mixar o que já estava gravado.

Não tenho uma previsão certa, pretendo lançar no Brasil até 2009 por algum selo do Blues Brasileiro."

TB: Além do CD, quais seus projetos atuais? Com quem você está tocando atualmente?

MM: "Como produtor de blues no sul do Brasil estou tentando conseguir algum patrocínio para fazer uma nova edição do MercoBlues que na sua primeira edição reuniu músicos argentinos e brasileiros e agora na segunda terá uruguaios e chilenos também. Junto com Carlos May (gaitista de Floripa) estou planejando um Tributo à Muddy Waters ainda para este ano. A banda que me acompanha atualmente é composta por Cristiano Ferreira na guitarra, Roberto “Peto” Petracca nos teclados, Wilson Souza ou Acélio Filho na bateria, Fidel Pinero no trompete e Ney Plat no sax, um sexteto, mas também faço show com um power trio em lugares pequenos e toco com músicos das bandas locais onde me apresento. Fica fácil tocar blues com quem sabe. É só pegar um bom baterista e um bom guitarrista que está pronto o time."


TB: Mustache, é sempre uma honra receber músico que tem seu trabalho em português. Deixo aqui este espaço para seus comentários finais.

MM: "Devo muito o apoio de músicos que gravaram em São Paulo comigo, como o baterista Paulinho Sorriso e o guitarrista Fábio Siri da banda Entidade Joe, o guitarrista Renato “Nana” Maran da 34 Blues Band de Poços de Caldas, meus amigos Luis Carlini, Danny Vincent e principalmente Sérgio Duarte, grande gaitista do blues brasileiro e produtor musical do Cd e também ao técnico de som americano Todd Murphy.

Em Florianópolis tem excelentes músicos para tocar blues mas é muito difícil tocar e produzir Blues aqui, já trouxe pra cá Danny Vincent, Sérgio Duarte, Maurício Sahady, Fábio Siri e Adrián Flores cantor e baterista argentino com quem fiz a primeira edição do MercoBlues.

Pretendo fazer um super festival que reúna os bluseiros brasileiros que compõem em português. Tem um monte de trabalho bom pelo Brasil.

Compor em português e batalhar para popularizar o blues no Brasil é uma bandeira que carrego."


Site:

4 comentários:

Lucas "Spider" disse...

Que bluesman hein cara?

Queria conhecer o trabalho, no site dele naum tem nenhuma informação queria comprar algum material.

Roberto Terremoto BluesMan disse...

Spider,

Assim que tiver material do Mustache na Net eu publico por aqui.

Valeu,
Terremoto

Dinhooo disse...

ei...
querido moderador do site..
eu fiz um comentario em openid...
vc pode aceitar por favor?

Roberto Terremoto BluesMan disse...

Dinhooo,
Bom dia.

Infelizmente o único comentário que tenho seu é o que está ai.

As vezes dá problema e o Blog não registra o comentário.

Mas... valeu por participar.

Paz e Blues